sábado, 24 de janeiro de 2015

Lista de livros pra 2015! :)

Oi, lindezas! Tudo bem?

Janeiro praticamente já se foi, época de refletir sobre 2014 e planejar 2015. E eu já tenho uma meta: ler MUITO mais do que li ano passado. Confesso que não tive tanto tempo quanto gostaria para me dedicar aos livros, mas espero fazer diferente em 2015! Já tenho uma listinha dos livros que pretendo ler pra começar. E vocês? Já tem algum livro na fila? Me contem nos comentários!


Extraordinário (R. J. Palacio). August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.


Eleanor & Park (Rainbow Rowell). 'Eleanor & Park' é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e 'grandes', é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.


Se eu ficar (Gayle Forman). A última coisa de que Mia se lembra é a música. Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.


Fiquei com seu número (Sophie Kinsella). A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz... Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone perdido no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de ter alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.


Divergente (Veronica Roth). Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.


Cidades de Papel (John Green). Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

O que acharam? Gostaram?
Beijos!

Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Sinceramente to na espera de Insurgente no cinema, amei amei o primeiro filme DIVERGENTE. AMEI o poste preciso ler mais!!! Faz poste sobre filme é legal tbm

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Que bom que você gostou! Vou fazer sobre filmes, sim! Vou contar os que quero assistir e os que assisti em janeiro... Você também leu Divergente ou só assistiu? Beijos e ótimo fds, linda! =*

      Excluir
  3. Oii, obrigada por seguir meu blog! E o que eu posso dizer pelo livro que eu li (cidade de papel) é que eu amei completamente, um dos melhores livros do John Green, agora os outros eu pretendo ler também. Principalmente Eleanor & Park ! Beijos, Giovana.

    http://girlsabout.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Giovana! Olha, do John Green por enquanto só li "Quem é Você, Alasca?" e me decepcionei um pouco... Mas espero me surpreender com o Cidades de Papel. Eleanor & Park parece um pouco clichê, mas mesmo assim me chamou a atenção. Tomara que seja legal também. Conta pra mim depois que ler!

      Beijos!

      Excluir
  4. Amei a lista, e são títulos ótimos <3
    Também quero ler Extraordinário, Eleanor & Park e se eu ficar.
    Já li divergente, cidades de papel.
    Beijos

    laura - pensamentosdeumalaura.blogspot.com.br <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Extraordinário ganhei de amigo secreto e Se eu Ficar minha irmã já comprou e está lendo. Meio caminho andado! Só preciso terminar Jogos Vorazes pra me jogar nesses depois =)
      O que achou de Divergente e Cidades de Papel?

      Beijos, obrigada pela visita!

      Excluir
  5. Adorei! Quero ler Extraordinário e Fiquei com seu número, mas por enquanto estou lendo Depois dos Quinze. Este ano pretendo me dedicar a leitura. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois me conta o que achou do Depois dos Quinze! Também quero me dedicar a leitura, ano passado foi uma vergonha, não li quase nada hahaha beijos!

      Excluir
  6. Super recomendo Divergente, estou lendo o último livro da saga e já me considero fã da saga. Você vai adorar, Veronica Roth ecreve muito bem! Beijos
    http://ibluelline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela dica! Espero começar a ler em breve =) Beijos

      Excluir
  7. Oi Aline, acho que estou tendo um caso de antagonismo com o livro "Se eu ficar" já comecei a ler duas vezes e sempre acabo deixando de lado e pegando outro, a narrativa da autora não me atrai, quanto aos outros livros achei alguns interessantes como o "Extraordinário" que me deu até vontade de comprar e "Fiquei com o seu número", mas senti falta de autores brasileiros em sua lista, eu também tinha um certo receio de ler os nacionais por causa dos famosos clássicos da escola que nos deixam traumatizadas...rsrsrs mas tem muita gente boa por aí dando um banho de criatividade nos autores estrangeiros, vale conferir.
    PS. Desculpa a demora para visitar sua página, eu estava viajando.
    www.caprichoseleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jerusa! Acabei de ler "Jogos Vorazes" e estou pronta para começar "Extraordinário", ganhei o livro de Natal! Te conto depois o que achei, rs. "Se Eu Ficar" ainda não consegui porque minha irmã está lendo. Mas vou postar minhas impressões aqui também!
      Obrigada pela dica, nunca havia reparado nisso, sabia? Já tenho alguns livros nacionais na minha listinha (não postei ela completa aqui, rs), mas vou pesquisar mais alguns e fazer um post especial, só com livros nacionais.
      Volte sempre, lindona!

      Beijos

      Excluir
  8. Oi Aline, acho que estou tendo um caso de antagonismo com o livro "Se eu ficar" já comecei a ler duas vezes e sempre acabo deixando de lado e pegando outro, a narrativa da autora não me atrai, quanto aos outros livros achei alguns interessantes como o "Extraordinário" que me deu até vontade de comprar e "Fiquei com o seu número", mas senti falta de autores brasileiros em sua lista, eu também tinha um certo receio de ler os nacionais por causa dos famosos clássicos da escola que nos deixam traumatizadas...rsrsrs mas tem muita gente boa por aí dando um banho de criatividade nos autores estrangeiros, vale conferir.
    PS. Desculpa a demora para visitar sua página, eu estava viajando.
    www.caprichoseleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©